O que a minha marca ganha investindo na inclusão de pessoas com deficiência?

by - 17:52

 Uma empresa que deseja sair da medianidade em seus lucros deve se preocupar com sua imagem perante o público. Atualmente, período em que muitas discussões sociais vêm à tona, observa-se o reposicionamento das marcas para promover a diversidade. Também, consumidores buscam cada vez mais verem-se representados nas campanhas e redes das operadoras das quais ela compram.

 Poucas marcas já possuem essa percepção de uma cultura inclusiva, o que eleva a reputação daquelas que desafiam-se a buscar alternativas diferenciadas e representativas para melhorar a sua imagem. Com um público exigente e assertivo, as redes sociais colocaram na mão desses indivíduos a função de formadores de opinião sobre aquilo que experimentam. 

 Ao assumir a sua responsabilidade social por meio do produto que oferece, a marca mostra-se compromissada com consumidores, fornecedores e colaboradores. Não apenas fideliza os seus clientes, mas atrai profissionais capacitados com interesse nos valores da empresa em que ele pretende trabalhar.

 No entanto, a inclusão precisa ser real e presente internamente na empresa. Além de exigentes, os consumidores que buscam pela representatividade são críticos e já notaram o interesse de algumas empresas em uma fachada cheia de cores em uma firma que pouco se preocupa com fortalecer e manter a diversidade em seu quadro de funcionários.

 É importante que as iniciativas em diversidades sejam pensadas para gerar resultados efetivos, mais que apenas revigorar a imagem da empresa. Desta forma, são necessários estudos e consultorias, para que a entidade não se coloque em risco de reproduzir um discurso leviano.

 Estudar as histórias das minorias sociais, as suas pautas, datas comemorativas e significados dos seus símbolos não é perda de tempo, muito pelo contrário. Para assumir a responsabilidade social e se colocar no papel de conscientizador sobre questões sociais, é preciso conscientizar-se primeiro e estar equipado de informações. Com educação e boas estratégias de comunicação, todos saem ganhando.


You May Also Like

0 comentários